quinta-feira, 1 de maio de 2008

Gilberto Braga e Gloria Pires


Em plena primavera, autor e atriz passeiam pela capital francesa e aproveitam para festejar os 30 anos deDancin' Days e os 20 de Vale Tudo
O ano de 2008 é cheio de significados pessoais e profissionais para
Gilberto Braga, 62 anos, e Gloria Pires, 44. E foi com um passeio por Paris - colorida e ensolarada com a chegada da primavera - que eles comemoraram a longa amizade, neste ano completando 30 anos. Mesmo tempo de lançamento da novela Dancin' Days, sucesso de Braga e, praticamente, onde aconteceu a estréia de Gloria. Foi em 1978, no teste que a atriz fez para o papel de Marisa - filha da ex-presidiária Júlia Matos (Sonia Braga) - em Dancin' Days, que eles se conheceram. "Antes dessa trama, ela havia atuado em várias novelas, em papéis de criança, não muito grandes. Ao vê-la ao lado de Sonia, eu e Daniel Filho, que dirigia a seleção, dissemos juntos: "É essa!'", relembra o novelista. A atriz, por sua vez, revela que sentiu muito frio na barriga ao encarar seu primeiro personagem importante aos 14 anos. E sente saudade da época. "Foi muito especial." Dupla comemoração Vinte anos depois desse encontro, em 1988, eles voltariam a trabalhar juntos em uma novela que marcou para sempre a dramaturgia nacional, Vale Tudo. Braga escreveu especialmente para Gloria o papel da vilã Maria de Fátima. "Na minha opinião, essa foi a novela mais legal já feita no Brasil. Tinha uma pegada forte. E Maria de Fátima foi um presente de amigo. As pessoas ainda se lembram dela com entusiasmo. Dá uma boa massageada no ego", afirma Gloria. O próprio Braga se despede modéstia quando se trata de analisar as duas novelas. Ele, que tem o hábito de rever tramas antigas, conta que, com o fim de Paraíso Tropical - sua última novela, exibida em 2007 -, pôs-se em frente ao DVD para assistir às estréias dessas histórias. "O primeiro capítulo de Vale Tudo é um arraso." Solo estrangeiro A estada simultânea do autor e da atriz em Paris é obra do acaso. Braga passa férias com o companheiro, o arquiteto Edgar Moura Brasil, 54, e Gloria acompanha o marido, o músico e compositor Orlando Morais, 46, que passará um ano na cidade por causa do lançamento do CD Chuva de Prata. Com o casal, estão os filhos Antônia, 15, Ana, 7, e Bento, 3. "Ainda não fizemos três meses em Paris, mas já estamos bem adaptados", diz a atriz. Um longo casamento Vale Tudo é um marco na vida de Gloria e não só profissional. Foi por causa da trama que ela não teve lua-de-mel. "Eu já estava escalada para o elenco, Orlando é que entrou na minha vida fazendo strike! Nós nos conhecemos e, três meses depois, nos casamos. Foi muito forte, não dava para esperar a novela acabar!", relembra a atriz, prestes a comemorar 20 anos de união com o músico. O casamento teve Braga entre os convidados. "Somos muito amigos. Freqüento a casa dela e ela, a minha. Sou amigo de Orlando e ela de Edgar. Aqui em Paris, saímos para jantar na semana passada", conta o autor. "É uma relação de pai e filha", conclui Braga. Mania de autor Amigos, amigos, novela no ar à parte. Essa é uma regra pessoal que Gilberto Braga adota. "Apesar da amizade, não falo com nenhum ator quando estou escrevendo. Só falo com o diretor. Por exemplo, caso encontre Gloria por acaso, o que é difícil porque praticamente não saio quando estou escrevendo, não falamos de trabalho", confessa Braga. O autor retorna já no início deste mês ao Brasil, onde pretende iniciar suas conversas com a Globo sobre seu próximo trabalho, uma minissérie sobre a vida de Tom Jobim (1927-1994). Braga voltará descansado. Em sua rotina parisiense, o escritor - que quando está no ar trabalha em média 15 horas diárias - desligou-se por completo. "Acordo tarde, ando à beira do rio Sena. Vou ao cinema quase todos os dias e, de vez em quando, ao teatro. Janto fora e na casa de amigos todas as noites. Só não fiz programas turísticos." Vai-e-vem Já Gloria começa filmar, no dia 12, no Rio de Janeiro, a continuação do longa Se Eu Fosse Você, dirigido por Daniel Filho. Ela deve ficar na cidade por dois meses e depois retornar a Paris. Nova viagem ao Brasil acontece em agosto quando a atriz vem passar um tempo aqui com os filhos por causa das férias escolares francesas. Apesar de linha-dura quando se trata do ofício de novelista, Braga não economiza em elogios ao dar sua opinião sobre o talento da amiga. "Glorinha é genial. É feito Fernanda Montenegro, uma das atrizes assim meio malucas que fazem tudo bem, mocinhas ou vilãs, e conseguem tornar boa qualquer cena", finaliza.

f Fonte : Revista Contigo

2 comentários:

Kijar disse...

See Please Here

ly disse...

Lindo aq
as fotos estao demais
bjaooo