domingo, 14 de fevereiro de 2010

Biografia 40 Anos Carreira Gloria Pires


Gloria conta tudo

A atriz completou 40 anos de carreira no ano passado e resolveu aceitar o convite do roteirista Eduardo Nassife e do escritor Fábio Fabrício Fabretti para revelar detalhes nunca contados de sua vida em uma biografia que Contigo! adianta aqui para você, em primeira mão

Em 2009, Gloria Pires, 46 anos, completou 40 anos de carreira. A data redonda a estimulou a aceitar a proposta de uma biografia, para falar de tudo e sem muita lapidação de consciência e fatos, garante. ''Minha vida não tem nenhum lance espetaculoso, o que vivi é especial pelo fato de ter dado certo... Até o termo 'biografia' me pareceu prematuro'', diz Gloria a CONTIGO!, de Paris, onde vive há dois anos com Orlando e os filhos Antônia, 17, Ana, 9, e Bento, 5. O livro, 40 Anos de Gloria, está guardado a sete chaves, mas tivemos acesso a alguns temas que foram abertos pela primeira vez na vida da atriz. Entre eles, um dos que mais mexeu com Gloria e sua família foi o boato sobre um suposto caso de seu marido há 21 anos, Orlando Morais, 48, com a primogênita dela com Fábio Jr., 56, Cleo Pires, 27, em 1998. O relato é franco e sem restrições e até mesmo Orlando e Cleo falaram no que veio a se transformar em um capítulo inteiro do livro. A fala tem ira, incômodo e o assunto não era discutido nem nas rodas próximas de amigos. Ela lembrou o sofrimento da filha (que tinha apenas 15 anos na época) e negou que tivesse tentado suicídio. ''É a primeira vez em que o fato é contado do meu ponto de vista. Não foi constrangedor. As informações que estão no livro têm o tamanho de sua importância'', explicou Gloria, que em outro livro da editora, A Era do Escândalo, de Mário Rosa, já havia adiantado sua revolta. ''No auge da indignação, se pudesse ter furado o olho de cada um que nos atingiu, acho que teria furado. Teria arrancado a jugular. Juro que teria!'', disse lembrando que Orlando era o referencial de pai para Cleo, e não o pai biológico.O roteirista Eduardo Nassife, 28, autor da biografia, em conjunto com o escritor Fábio Fabrício Fabretti, 36, relembra como foi esse drama na vida de Gloria: “Ela disse que nunca tentou se matar, mas não adiantava desmentir que não tinha dado um tiro na cabeça. As pessoas a suicidaram várias vezes. Teve um momento em que eles perderam o controle, foi uma bola de neve. Os amigos ligavam preocupados para saber se Gloria estava viva. Cleo era perseguida e apontada na escola, não queria mais estudar. Orlando chegou a ficar hipertenso por causa dessa história. Gloria explica que, se não tivesse um casamento tão sólido, a união seria desfeita, mas, ao contrário, se fortaleceu. Foi muito sério, cruel, um dos momentos mais difíceis da vida dela, sem dúvida. Gloria se sentiu como se tivesse tomado uma pedrada no meio da multidão, mas nunca soube quem jogou nem por quê'', conta Eduardo. Gloria moveu processos judiciais contra os dois jornais e um programa de rádio que deram o boato e ganhou.Entre as lembranças daquele período, a visão de ver Cleo chegar da escola chorando e das noites que passaram os três juntos discutindo o assunto, entre mais lágrimas e xingamentos.Fábio Jr.Outra fase importante de sua vida foi justamente o relacionamento com o pai biológico de Cleo, o cantor Fábio Jr. Ela admite que ele foi seu primeiro amor - eles formaram um casal de 1979 a 1983 e tiveram Cleo. Ela revela que, antigamente, eles até se falavam por acaso ao telefone, quando ele ligava para Cleo, mas hoje isso não acontece. Ela falou sem desconforto sobre a relação, apesar de hoje eles não manterem mais contato. Gloria ligou o assunto aos três grandes trabalhos que fizeram, as novelas Cabocla (1979), Água Viva (1980) e Louco Amor (1983), sendo que em Cabocla foram o par principal e levaram a paixão da novela para a vida real. Para ela, ''foi um casamento que não deu certo, mas vivi enquanto durou''. A biografia teve suas três versões lidas por Gloria, que sugeriu mudanças - Fábio, apesar de ter feito parte de cinco anos da vida de Gloria, não ganhou um capítulo no livro.DrogasOutro assunto polêmico foi seu envolvimento com drogas. Apesar de garantir que nunca se viciou, Gloria admitiu ter experimentado. Para ela, foi uma coisa de adolescente, mas que nunca gostou de nada que lhe tirasse a lucidez. Na época da novela Dancin' Days, se divertia lúcida, mesmo saindo com Lauro Corona (1957-1989), que se drogava, e o diretor Daniel Filho, 72, que bebia todas. Momentos embaraçosos e de rejeição também ganharam destaque, como quando, aos 7 anos, foi recusada por, justamente, Daniel Filho - isso bem antes do sucesso em Dancin' Days (1978). No teste para a novela Primeiro Amor (1972) ele a considerou muito feia. Gloria chorou debaixo da mesa de sua casa. Seis anos depois, foi escolhida, entre 200 meninas, para trabalhar em Dancin'Days, justamente por Daniel.Mea-culpa''Lembro-me bem! Sabe aquela história de um erro essencial na vida de uma pessoa? Entre muitos que cometi na vida, um acabou adiando a estreia de uma das mais talentosas atrizes que o Brasil ama e reverencia. Mas deu tempo de contornar a situação. Já são cerca de 40 anos trabalhando juntos'', fez o mea-culpa Daniel, que a dirigiu em sucessos como os filmes A Partilha (2001), Primo Basílio (2007) e Se Eu Fosse Você 1(2006) e 2 (2009). ''Essa é uma das coisas que amo na vida: poder rir de um fato a partir do seu entendimento e, claro, da transformação em algo positivo. Meu relacionamento com Daniel Filho se transformou em algo mais importante e positivo do que a rejeição'', completou Gloria.O livro é narrado em uma ordem cronológica, a pedido da própria biografada. Entre seus trabalhos preferidos, ela diz que sua personagem mais amada é a Maria Moura, da minissérie Memorial de Maria Moura (1994). Em novela é Maria de Fátima, de Vale Tudo, de Gilberto Braga e Aguinaldo Silva. ''Se Aguinaldo e Gilberto não escrevessem mais nada para mim, Maria de Fátima já tinha literalmente valido por tudo'', explicou. Ela também tem uma queda pelas irmãs gêmeas Ruth e Raquel, de Mulheres de Areia (1993). Na época, Gloria nem ia fazer a novela, porque Antônia ainda estava com 3 meses. Foi Orlando que insistiu dizendo que oportunidade igual não iria aparecer.

16 comentários:

Anônimo disse...

a glória tem twitter, @oficialgloria!

indira disse...

para mim que sou de goiânia e vivo em europa,conheci orlando como musico e acompanhei a historia de amor de gloria e ele..e atè hoje acho um casal lindo,uma familia preciosa..desejo que essa felicidade les acompanhe por vida..indira

Anônimo disse...

DEUS É O MAIS TERNO DOS PAIS
3.11.1990
http://www.tlig.org/pg.html

Mensagem de Nossa Santa Mamã, para o grupo de oração:

- A Paz esteja convosco, Meus pequenos filhos. Tal como uma mãe alimenta e consola os seus pequeninos, assim faço Eu, alimentando as vossas almas, dando-vos a Palavra de Deus. Como uma mãe consola os seus filhos, nos momentos de angústia, assim também faço Eu, debruçando-Me sobre vós, para vos consolar. Com as Minhas ações, tomo cuidado das vossas almas.

O Senhor não é lento, no cumprimento das Suas Promessas; mas espera pacientemente que cada um tenha a Graça de ver a Luz e se converter. Os Novos Céus e a Nova Terra prometida estão agora mais próximos de vós que nunca. Entretanto, enquanto esperais, suplico-vos: santificai a vossa vida, vivei santamente. Desejo ver em vós, Meus queridos filhos, uma verdadeira conversão! Quem quer que tenha fugido aos vícios do mundo, mas continue a deixar-se arrastar por princípios que não venham da Sabedoria, mas da loucura, está mais que certo de cair.

Anônimo disse...

http://www.tlig.org/pg.html

Deus é Amor. Ele é Misericordioso e lento para a ira. Deus é o mais Terno dos pais.

Examinai, de vez em quando, a vossa alma, para saberdes se permaneceis ou não na Sua Luz. Sede um jardim para o Senhor, onde Ele Mesmo possa saborear o Seu repouso, em vós; onde Ele possa deleitar a Sua Alma, com os seus deliciosos perfumes, e onde possa repousar a Sua Cabeça, na sua erva verde. Deixai-Me transformar o vosso coração num magnífico jardim para o Senhor, a fim de que, quando o Rei dos Reis vier visitar-vos, não afaste os Seus Olhos de vós, mas vos ofereça a graça de vos transformardes numa vítima da Sua Alma, num prisioneiro do Seu Coração. Por isso, não percais tempo, uma vez que os Seus Olhos continuam a vigiar cada um dos vossos passos. O Príncipe da Paz exorta-vos a rezar pela Paz e Eu, a Rainha da Paz, suplico-vos que rezeis pela Paz.

Satanás está, agora, como um touro furioso e o Meu Coração sente-Se verdadeiramente magoado com tudo aquilo que vejo estar a acontecer; deste modo, por Sua Misericórdia, o Pai não Me tem permitido ver tudo. Percorro toda a terra, à procura de almas generosas; mas não consigo encontrar uma suficiente generosidade que ofereça a Jesus, para aplacar a Justiça do Pai. Têm ainda de ser feitas enormes reparações. Jesus precisa de almas generosas, dispostas a expiar pelos outros.

Anônimo disse...

http://www.tlig.org/pg.html

Sinto-Me feliz, por ver que muitos de vós jejuais a pão e água; e hoje, peço a essas almas generosas que acrescentem mais qualquer coisa aos dias de jejum: peço-vos que vos arrependais e que vos confesseis.

Queridos filhos, não deixeis que os vossos lábios vos julguem uns aos outros; não consintais que os vossos lábios sejam, apesar de todos os vossos jejuns, a causa da vossa condenação. Amai-vos uns aos outros. Vivei as Nossas Mensagens.

O vosso Rei envia-vos a Sua Paz. E Eu continuarei a visitar o mundo, a fim de reconduzir ao Senhor aqueles que andam longe d'Ele. Preciso das vossas orações generosas, Meus filhos.

Abençôo-vos a todos; abençôo as vossas famílias, os vossos amigos e também aqueles que suportais com muita dificuldade, nos vossos corações. Sim, todos são filhos de Deus.

Anônimo disse...

/3/2011 08:04:35
Diversos - Haverá fome

HAVERÁ FOME


Abaixo um artigo bem escrito sobre a atual pressão da besta pela subida do preço dos alimentos. Não existe desabastecimento por hora, o que existe é um processo artificial, intencionalmente maligno, no sentido de forçar a subida dos preços da comida, e isso em todo mundo, porque eles pretendem obrigar as pessoas a terem a sua marca, em troca da comida que estocam, escondem e manipulam. Isso cumpre as Escrituras antigas e a palavra de Jesus que falou: haverá fome! E ele fala isso em Mateus 24, onde está contido todo o discurso Dele sobre o fim. E o fim é hoje, tenham certeza disso.

Anônimo disse...

Por Vicent Boix, do Belianís, no Envolverde
Em meados de fevereiro, o Banco Mundial comunicou que devido ao incremento nos preços da comida, o número de famintos estava se aproximando do 1 bilhão, quando os últimos dados da FAO falavam em 925 milhões. Outras 44 milhões de pessoas estão atravessando a fronteira da extrema pobreza porque suas débeis economias familiares foram desestabilizadas pelos preços elevados da comida. A situação é gravíssima, mas os preços seguem aumentando e, em uma economia globalizada, fenÃ?menos climáticos locais – tempestades na África, geadas no México, secas na China, etc. – se convertem em um quebra-cabeças mundial.

Anônimo disse...

Entre 2010 e 2011, os preços dos alimentos bateram recordes por sete meses consecutivos (...) Os aumentos nos preços dos produtos básicos se converteram em um fator desestabilizador da economia mundial, provocando tensões e distúrbios em vários países em desenvolvimento e, mais recentemente, na Argélia, Tunísia e Egit o”. As afirmações são do Parlamento Europeu em uma resolução aprovada no dia 17 de fevereiro, que acrescentou: “...os altos preços dos alimentos lançam milhões de pessoas na insegurança alimentar e ameaçam a segurança alimentar mundial no longo prazo” (1).

Anônimo disse...

Diante desta nova e trágica crise alimentar, repete-se uma e outra vez que a causa principal da alta dos preços é um desequilíbrio entre uma menor oferta e uma maior demanda em nível mundial, ou seja, cada vez se exigem mais cultivos e este ano os rendimentos foram piores. Mas, em um artigo anterior (2) indiquei que durante os anos 2003-2004 a situação em nível mundial quanto à quantidade de alimentos básicos como os cereais tinha sido pior que a de 2007 até agora. Contrariamente e tomando como referência o “Índice para os Preços dos Alimentos”, utilizado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), os preços em 2003-2004 for am cerca de 50% inferiores em comparação com os da crise de 2008 e 100% inferiores em relação a janeiro de 2011.

Anônimo disse...

Portanto, algo está manipulando e alterando os mercados e esse algo é a especulação que, segundo o Parlamento Europeu, é a culpada por 50% dos aumentos recentes. A própria FAO reconhece que só 2% dos contratos de futuros termina com a entrega da mercadoria e a maioria é negociada novamente, por isso “...esse tipo de contratos atraem um número cada vez maior de especuladores financeiros e investidores, já que seus lucros podem ser mais atrativos em relação a como se comportam os de ações e bÃ?nus” (3).

Anônimo disse...

O problema não é de escassez ou de uma menor oferta de alimentos, como se diz sem parar, mas sim de alguns preços inflados por especuladores como constata a Eurocâmara em uma resolução anterior: “...na atualidade, o fornecimento total mundial de alimentos não é insuficiente (...) é mais a inacessibil idade dos mesmos e seus elevados preços os fatores que privam muitas pessoas da segurança alimentar” (4).


No entanto, a especulação, causadora das altas de preços, não é propriamente a raiz do problema. Ela deveria ser freada, mas os preços dos alimentos seguiriam sujeitos aos movimentos da oferta e da demanda, em uma época na qual cresce o interesse por agrocombustíveis e as grandes transnacionais controlam os diferentes níveis da cadeia alimentar.

Anônimo disse...

Ou seja, enquanto as nações marginalizarem sua autossuficiência e a panaceia for comprar alimentos básicos no grande supermercado global, ao mesmo tempo em que se exporta para esse mercado matérias primas e cultivos exóticos (soja para pastagem, algodão, plátanos, flores, pinus, café, milho para etanol, etc.), a alimentação seguirá sujeita à dinâmica de um mercado manejado por certos polvos que pouco entendem de fome.

Anônimo disse...

Não se diz com isso que podemos presci ndir do mercado internacional, mas é vital sus regularização e, sobretudo, que as nações priorizem sua soberania alimentar entendida como a faculdade dos povos e dos agricultores de decidir suas políticas agrárias para garantir a segurança alimentar. Nos tempos que correm talvez seja uma heresia, mas curiosamente, no mesmo comunicado de imprensa em que a FAO há pouco anunciava que os preços dos alimentos tinham alcançado um recorde histórico, um economista desta instituição indicava que “o único fator alentador até o momento provém de um certo número de países nos quais – devido a boas colheitas – os preços domésticos de alguns alimentos básicos permanecem baixos comparando-se com os preços mundiais (5).

Anônimo disse...

Dito de outra maneira, estes países poderão abastecer-se de comida barata porque eles mesmos a cultivam e não tem que adquiri-la nos “reinos” das multinacionais e dos fundos de investimento. Mas apesar deste dado, a tendência é mais a contrária. A liberalização anima o investimento e o deslocamento da produção para os países do Sul, cujas terras deixam de produzir alimentos para transformarem-se em propriedades onde brotam os agrocombustíveis, as pastagens e as sobremesas das nações abastadas. Essas terras se concentram nas mãos de ricos latifundiários e de investidores enquanto o camponês é expulso do campo. O resto de níveis da cadeia alimentar (sementes, intermediação, manufatura, etc) concentra-se em poucas mãos que ditam as condições, monopolizam os mercados, encarecem os alimentos do consumidor e arrastam o agricultor para a falência. A agricultura e a alimentação como sustentos básicos desaparecem em favor da visão mercantilista: o fim último não é garantir comida nem trabalho, mas sim fazer um bom negócio, não importando quem sucumba por isso.

Anônimo disse...

Esse modelo baseado na exportação ao mercado internacional onde tudo é suscet ível de ser cotizado, comprado ou vendido, não só é incoerente porque cria dependência alimentar do mercado exterior e seus preços, mas porque, além disso, cria dependência do petróleo para o transporte e porque a agricultura industrial necessita de abundantes agrotóxicos. Com as revoltas atuais em países como Líbia, novamente o petróleo se encarece o que aprofundará a crise dos alimentos como em 2008. Se consideramos que “mudança climática” e o “zênite do petróleo” são questões da atualidade, resulta ainda mais surrealista encomendar nossas calorias ao ouro negro.


O analgésico milagroso


Em meados de fevereiro, o Banco Mundial comunicava que devido ao incremento nos preços da comida, o número de famintos estava se aproximando do 1 bilhão, quando os últimos dados da FAO falavam em 925 (milhões). Outras 44 milhões de pessoas estão atravessando a fronteira da extrema pobreza porque suas déb eis economias familiares foram desestabilizadas pelos preços elevados da comida (6)

Anônimo disse...

ADORO A GLORIA PIRES E O MEU SONHO É TRABALHAR COM ELA EM UMA NOVELA E EU VOU CONSEGUIR.EU ACHO ELA UMA MULHER LINDA E FELIZ E É ASSIM QUE DEVE SER.EU MESMO Ñ SOU FELIZ MAIS É SÓ POR ENQUANTPO, PORQUE QUANDO EU ENTRAR PRA REDE GLOBO E TRABALHAR COM ELA VÁRIAS VEZES E COM OUTRAS ATRIZES AI SIM EU VOU MIM SENTIR FELIZ.BJS ADORO GLORINHA PORES.